terça-feira, 21 de julho de 2015

Organizando a rotina do Sono do Bebê!!


Li este post e achei super interessante, quero repassar para vocês mamães, espero que ajude, pois sei o quanto é difícil se adaptar neste quesito.
Confere:
Sempre lembro que essas sugestões funcionam apenas como um guia para as mães, uma vez que cada bebê tem suas necessidades únicas de sono e alimentação. 

1 a 4 mês:

Nos quatro primeiros meses, a rotina é basicamente regulada pelas mamadas e pausas para higiene;


4 e 5 meses:

Bebês nessa fase ainda dormem bastante, têm uma janela de sono (tempo em que ficam acordados) bastante curta, de no máximo 2 horas (a não ser da última soneca para o horário da cama) e ainda precisam de alimentação pelo menos duas vezes durante a madrugada (geralmente perto das 23h e 04h00). Essa é uma sugestão de rotina com 3 sonecas, lembrando que alguns bebês que fazem as sonecas muito curtas ainda precisam cochilar mais vezes durante o dia.

– 6h30 – Acordar e mamar

– 8h00 – Primeira Soneca

– 9h30 – Mamar

– 11h30 – Segunda Soneca

– Entre 12h30 e 13h00 – Acordar e Mamar

– Entre 14h30 e 15h00 – Terceira Soneca

– 16h00 – Acordar e Mamar

– 19h00 – Mamar e início do ritual do sono

– 19h30 – Bebê dormindo

– 23h00 – Mamada dos sonhos

Veja que a sugestão é que seu bebê mame quando acordar, e essa sugestão está aí por dois motivos: ele vai mamar mais porque está mais disposto e descansado, e você vai evitar que uma associação de mamar para dormir aconteça. Desta maneira, comer e dormir serão atitudes desassociadas para seu bebê.

6 a 9 meses:

Entre 6 e 7 meses, geralmente os bebês transitam de três para duas sonecas. Muitos ainda precisam seguir a rotina dos 4 ou 5 meses, mas a sugestão de hoje é para aqueles bebês que já estão na transição, que estão relutando para dormir uma hora e meia depois de acordar de manhã ou aqueles cujas mães estão com muita dificuldade na terceira soneca no fim do dia.

– 7h00 – Acordar e mamar

– 8h15 – Fruta ou suco

– 9h00 – Primeira soneca

– 10h00 – Amamentação

– 12h00 – Almoço

– 13h00 – Segunda soneca

– 15h00 – Amamentação / Fruta

– 18h00 – Jantar

– 19h00 – Bebê dormindo

O ideal nessa fase é que o bebê não acorde mais para ser alimentado. Se isso ainda está acontecendo, veja se é um problema comportamental (hábito de sono) ou se seu filho está com fome. Se for fome, incluir uma mamada às 23h00, ou mesmo melhorar a quantidade de alimento oferecido durante o dia, pode ajudar. Se for hábito, procure alternativas para quebrar esta associação e manter a qualidade de sono do seu pequeno.

9 a 12 meses:

Nesta fase você já consegue aumentar um pouco mais a janela de sono do seu bebê e prepará-lo para a transição de duas para apenas uma soneca, que deve acontecer dos 15 aos 18 meses. Essa transição é um pouco complicada, porque os bebês passam a não querer dormir de manhã, fazem uma soneca próxima do horário do almoço e acabam sentindo sono novamente no fim da tarde (atrapalhando o sono noturno). A sugestão nesse caso é preparar a criança para essa mudança e conhecer exatamente a janela de sono ideal para ela, antes da transição acontecer. E quando essa fase chegar, conseguir adequar uma soneca mais longa no meio do dia e, se necessário, adiantar o horário da cama para acertar o tempo e a qualidade do sono do seu bebê.

– 7h00 – Acordar e café da manhã

– 9h00 – Mamar ou fruta

– 10h30 – Primeira soneca

– 12h00 – Almoço

– 14h30 – Fruta ou Leite

– 15h30 – Segunda soneca

– 17h00 – Fruta

– 18h30 – Jantar

– 19h30 – Ritual do Sono

– 20h00 – Bebê dormindo

É importante lembrar que o horário de colocar o bebê na cama é um dos fatores que mais afeta a qualidade do sono. O hormônio do sono (melatonina) tem seu pico no corpo do bebê aproximadamente às 21h00, então o ideal é que, a esta hora, seu filho já esteja dormindo. Apesar de ele ser produzido entre 18h30 e 21h00, um dos fatores que influenciam a produção da melatonina é o banho de sol, de preferência à tarde. Estudos mostram que bebês que são expostos à luz natural dormem melhor e produzem mais hormônio de sono.

Reforço também que a luz artificial diminui a produção deste hormônio – portanto é bastante importante que, pelo menos uma hora antes de começar o ritual do sono, seu bebê não veja televisão ou não fique exposto a outros aparelhos eletrônicos, e que você diminua as luzes da casa.

Fonte Michele Melão

Adriani Gonçalves

Pesquisar este blog