sexta-feira, 10 de julho de 2015

Como Congelar Alimentos!



Na correria do dia a dia, ter alimentos prontos e semi prontos, são com certeza a maior praticidade que podemos nos proporcionar.
Mas, para que seja eficiente, precisamos de alguns cuidados  para não haver contaminação e para não perder os nutrientes dos alimentos.
Então, anote as dicas:

Alimentos que podem ser congelados:
Carnes, verduras, sopas, sucos, temperos, purês, pratos prontos, papinha de bebê, vegetais, frutas, leite, manteiga e margarina(sem sal), queijos, frios, etc.

Alimentos que NÃO podem ser congelados:
Maionese, Saladas, Gelatinas, Cural e Pudins, Banana, Pera d´água, Creme de leite, Ricota e Queijo Minas, Batatas e Ovos cozidos ( por perderem seus nutrientes e a textura no congelamento).

Tempo de Congelamento:
Variam entre dois a três meses.

Embalagens:
A embalagem ideal é aquela que não permite que o alimento entre em contato com o ar do freezer, não se rasga facilmente, resiste à gordura, adere ao alimento antes do congelamento e solta-se com facilidade do produto congelado. Esse processo é importante porque preservará as características, textura e nutrientes dos alimentos.
Prefira embalagens plasticas ( ZIP), potes para pequenas porções (plástico ou vidro), use formas de gelo ou formas de silicone para congelar(cubra com papel filme) e após congelado passe para a embalagem plástica.

Congelando:
Carnes( Bovina, Aves, Peixes): É ideal que ela esteja fresca. A carne que já tenha sido congelada crua, só pode ser recongelada sob forma de prato pronto. Não se deve lavar, nem temperar a carne a ser congelada. A embalagem ideal é o saco plástico ou de papel aderente. A carne deve ser embalada sem ser dobrada, e em pequenas porções, congele a quantidade que vai ser necessária para uma refeição.
Vegetais: É importante fazer o branqueamento, que é um cozimento rápido, em torno de quatro minutos. Esse processo evita maiores perdas de vitamina. As ervas podem ser congeladas, mas depois de saírem do freezer, devem ir direto para o cozimento. O tempo de conservação de temperos como alho, cebola e salsinha é de 6 meses. Todos os vegetais a serem congelados devem estar limpos. O congelamento deve ser providenciado logo após a compra dos produtos, o que evita perdas de nutrientes.
Frutas: Todas as frutas podem ser colocadas no freezer inteiras ou cortadas, devendo-se descascar e retirar os caroços imediatamente antes do congelamento. Faça porções e coloque nos sacos a vácuo. 
Sucos: Faça os sucos normalmente ou bata no liquidificador. Não adicione açúcar. Coloque em formas de gelo, cubra com papel filme até congelarem, após passe para embalagens a vácuo em pequenas porções.
Pratos prontos: Divida o prato ainda quente em vasilhas com tampa e na quantidade exata que será descongelada. Diferentes pratos devem ser congelados separadamente.
Os alimentos que serão congelados prontos devem ser apenas levemente temperados e cozidos pelo tempo mínimo necessário, pois o congelamento tende a acentuar os temperos e amaciar os alimentos.
Laticínios: Antes de congelar o leite fresco, ferva-o por 10 minutos e resfrie.
O homogeneizado pode ser congelado na embalagem original, que já apresenta espaço para expansão; ou em recipientes de tamanhos variados, de acordo com o uso que terá o produto.
A manteiga ou a margarina pode ser congelada na própria embalagem ou separada em pequenas porções, evitando assim o re congelamento.
Queijos (parmesão, provolone, do reino, brie, camembert, prato, mussarela, cheddar, entre outros) podem ser congelados embalados filme ou sacos plásticos.
Se estiverem fatiados, separe as fatias por filme plástico.
O queijo ralado permanece solto mesmo quando congelado.


Descongelando:

Cada tipo de alimento tem suas especificidades. Tortas, bolos, doces e frutas, devem ser mantidos fora da geladeira, à temperatura ambiente e devem descongelar ainda embalados.
Carnes cruas e queijos devem ser sempre mantidos em refrigerador até o descongelamento, para depois serem utilizados.
Os alimentos prontos são os únicos que podem ser aquecidos instantaneamente. 
Para descongelar os alimentos prontos, não é necessário passá-los antes pela geladeira, como no caso de legumes e carnes, mas o microondas ou fogão pode acentuar a perda de vitaminas.

Bom estas são algumas dicas que podem facilitar o processo de congelamento.
Fica dica!!

Adriani Gonçalves

Pesquisar este blog